Embrapa leva para COP26 referência de ‘carbono orgânico’

Em entrevista exclusiva ao Canal Rural, durante a 26ª Conferência das Nações Unidas sobre Mudança Climática (COP26), o presidente da Embrapa Celso Moretti, destacou as ações sustentáveis que são praticadas pelos produtores brasileiros. Na ocasião, ele ressaltou as potencialidades de ‘carbônico orgânico’ no país, onde os maiores estoques estão na Amazônia e no Sul do Brasil. Ainda segundo ele, as boas práticas de produção agrícola no Brasil são implementadas há pelo menos três décadas.

“O Brasil, há mais de 30 anos na agricultura vem falando sobre sistemas integrados, recuperação de pastagens degradadas, plantio direto, fixação biológica, entre outras, que são tecnologias que reduzem a emissão, mitigam, ou aprisionam o carbono no solo”, destacou o presidente da Embrapa, mencionando também a técnica de integração lavoura pecuária floresta como um dos modelos mais sustentáveis da nossa agricultura.

“Em agosto estive reunido com o presidente da COP26, Alok Sharma, e tive a oportunidade de apresentar a ele um modelo de ILPF em uma das unidades da Embrapa. Ele ficou impressionado com o que viu do ponto de vista de inovação e sustentabilidade, e disse que era preciso mostrar ao mundo esse trabalho desenvolvido no campo”.

Moretti ainda frisou que o objetivo durante os debates da COP26 é ressaltar ao mundo o papel do Brasil na produção de alimentos sem esquecer do compromisso com o meio ambiente. “Esperamos mostrar aos participantes do evento que somos um grande produtor de alimentos que preserva dois terços do nosso território, com leis como o Código Florestal que nos dá a segurança para seguirmos como uma potência ambiental”, ressalta.

You May Also Like