Ministra se preocupa com demora em votação para recompor orçamento da Agricultura

A ministra da Agricultura, Tereza Cristina, admitiu nesta quarta, 5, em audiência na Câmara dos Deputados, que está preocupada com a demora para votação do projeto de lei que promete recompor o orçamento da pasta. Sem os recursos prometidos para subvenções, a proposta do próximo Plano Safra não está finalizada.

Na audiência, a ministra ainda anunciou a publicação de uma medida provisória para compra de milho acima dos preços mínimos. O encontro na Comissão de Agricultura da Câmara tinha como foco o anúncio das prioridades do ministério em 2021. Mas Tereza Cristina aproveitou a ocasião para pedir ajuda dos deputados com o orçamento.

“Com o atraso do orçamento e a votação do PLN [projeto de lei do Congresso Nacional], que não aconteceu ontem [terça-feira, 4], isso tem nos dificultado um pouco. Aproveito aqui a oportunidade e peço a ajuda de vocês para que não se prorrogue muito esse PLN, pois ele é fundamental para que a gente possa bater o martelo e a gente tem um prazo: temos que mandar a proposta do Plano Safra para o Conselho Monetário Nacional até o dia 27 para que ela possa vigorar a partir do comecinho de junho”, disse.

De acordo com a ministra, como “o cobertor é curto”, a ideia é priorizar o atendimento de pequenos e médios produtores, como ocorreu nos planos anteriores.

Prioridades
Segundo a ministra, o governo também trabalha em incentivos para a produção maior de milho no Brasil. “A produção de milho vem batendo recordes no Brasil, mas esse é um produto que cada vez nós usamos mais. O mundo e o Brasil precisam de milho porque ele agrega valor no frango, suínos, bovinos, peixes, leite. O Mapa vem fazendo desde o ano retrasado uma campanha para aumento da área de milho”, disse, lembrando que na semana passada o Conselho Monetário Nacional aprovou medidas para estimular o plantio de milho da safra 2021/2022.

A ampliação de recursos para armazenamento também será importante por causa das expectativas de aumento na produção agropecuária. “Todas as expectativas são que a safra atual e a próxima safra serão maiores. Nós acompanhamos a compra de insumos e estamos vendo que os produtores estão comprando mais fertilizantes, então isso é um sinal de que o agricultor continua com boa expectativa, acreditando nas políticas públicas e com certeza teremos isso revertido em uma safra ainda maior do que a deste ano”, afirmou Tereza Cristina.

A abertura de mercados para produtos brasileiros também foi destacada pela ministra na audiência. Segundo ela, desde 2019 foram abertos 134 mercados para os produtos do agronegócio brasileiro: 34 em 2019; 74 em 2020; e 26 nos quatro primeiros meses de 2021. “Desde o primeiro ano do governo trabalhamos muito porque precisávamos ter mais aberturas de mercados. A exportação traz equilíbrio aos preços internos”, disse.

❗Vídeo publicado em 05/05/21 no programa Rural Notícias

✅ Gostou desse conteúdo?
✍ Deixe seu comentário
📢 Compartilhe com os amigos
✔ Siga o Canal Rural nas redes sociais:
Siga o Canal Rural nas redes sociais e receba conteúdos exclusivos:
Facebook: https://www.facebook.com/canalrural/
Instagram: https://www.instagram.com/canalrural/
Twitter: https://twitter.com/canalrural
LinkedIn: https://www.linkedin.com/company/canalrural/

Acesse o site do Canal Rural e fique por dentro de todas as notícias do mundo agro:

http://www.canalrural.com.br

Assista ao Mercado & Companhia e ao Rural Notícias de segunda a sexta através do Canal Rural pela TV.

Assista também pela sua TV:
NET: 185 e 685
Sky: 164
OiTV: 179
ClaroTV: 185
Parabólica Analógica: banda C na Star One C2
Parabólica Digital: Star One C2

#orçamento #agricultura #agronegócio

You May Also Like