Na COP26, governadores lançam Consórcio Brasil Verde

Os chefes de Executivo que compõem o movimento Governadores pelo Clima lançaram, na manhã desta quinta-feira, 4, em Glasgow, na Escócia, o Consórcio Brasil Verde.

Parte da programação da 26ª Conferência das Nações Unidas sobre Mudança Climática (COP26), o lançamento contou com a participação dos governadores Eduardo Leite (RS), Renato Casagrande (ES), presidente do consórcio, e Mauro Mendes (MT). A governadora Fátima Bezerra (RN) participou virtualmente.

Novamente, a ausência de políticas ambientais por parte do governo federal foi citada como uma motivação para que mais de 10 governadores tenham comparecido à COP26.

“Temos de olhar o lado positivo, sem evidentemente deixarmos de ver os problemas e lidarmos com eles. Há algo de positivo na ausência do governo federal: gera essa necessidade de nos mobilizarmos, os governos subnacionais e a própria sociedade. A União é feita pela soma das partes, e se não há, por parte da União, uma dedicação ao tema, então as partes se juntam de outras formas. A partir da formalização desse consórcio, teremos mais respaldo do ponto de vista técnico para que possamos financiar as ações que se fizerem necessárias e prioritárias dentro dessa política de enfrentamento às mudanças climáticas”, explicou o governador Eduardo Leite.

Até o momento, 22 governadores aderiram ao consórcio, e a expectativa é de que todos os 27 venham a participar. O consórcio foi criado em 2019, no âmbito do Fórum de Governadores.

“Foi organizado devido à importância do tema mudança climática. A mobilização que foi feita para participar da COP26 é um exemplo disso. E a segunda razão é a de ocuparmos um espaço devido ao afastamento do governo federal. Não podemos substituir nas negociações que são feitas pelos Poderes, mas compensamos, em parte, a ausência do governo federal”, detalhou o governador do Espírito Santo, Renato Casagrande.

A partir do lançamento, a prioridade é que os estados elaborem planos de neutralidade de carbono, com apoio de entidades.

Após o evento, os governadores Leite, Casagrande e Mendes se reuniram com o secretário adjunto especial pelo Clima dos Estados Unidos, Jonathan Pershing. O secretário se colocou à disposição para ouvir as preocupações dos governadores com relação ao assunto.

Pershing reforçou o interesse dos EUA em contribuir e ajudar os Estados, devido à relutância do governo federal em cooperar no avanço da questão. O secretário e os governadores conversaram sobre formas para que essa cooperação possa ocorrer.

You May Also Like